Por que um projeto de prevenção e combate a incêndio é necessário?

Qualquer condomínio residencial, empresa, edificações comerciais ou temporárias precisam de um projeto de prevenção contra incêndio e pânico. Além de conseguir a emissão do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), garante a integridade física das pessoas que frequentam os locais. O projeto de...

3479

Qualquer condomínio residencial, empresa, edificações comerciais ou temporárias precisam de um projeto de prevenção contra incêndio e pânico. Além de conseguir a emissão do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), garante a integridade física das pessoas que frequentam os locais. O projeto de prevenção e combate a incêndio deve ser bem planejado, conter informações de risco, procedimentos de prevenção e de combate às chamas.

Quando o projeto de prevenção contra incêndio é necessário?

O desenvolvimento e a aplicação do projeto de prevenção e combate a incêndio é necessário em casos de construções ou ampliações de edificações, com características exigidas pela legislação. O projeto é obrigatório nas seguintes situações:

projeto de prevenção contra incêndio
  • Construções de prédios residenciais, indústrias e empreendimentos comerciais, como shoppings, entre outros
  • Durante reformas de estabelecimentos;
  • Construções provisórias, circos, exposições, shows e eventos gerais;
  • Ampliação de área;
  • Edificações em áreas que ofereçam riscos constantes de incêndios.

Vale conferir: Veja 3 casos em que você nem imaginava que o AVCB era obrigatório

Como fazer um projeto de prevenção contra incêndio?

Esta é uma tarefa realizada por empresas e profissionais especializados, que estão atentos às normas técnicas e à legislação vigente. O projeto de prevenção contra incêndio precisa ser detalhado contendo todas as informações necessárias para análise e execução na obra. Sabe o que?

  • O projeto deve conter as Anotações de Responsabilidade Técnica (ARTs) e laudos técnicos, exigidos pelo Corpo de Bombeiros.
  • Apresentar memoriais descritivos aprovados em órgãos municipais, estaduais e federal.
  • Os projetos devem seguir as normas técnicas previstas na Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), prefeituras e Corpo de Bombeiros.
  • No caso de construção de hospitais e unidades prisionais, as normas são diferenciadas. Estas são definidas em editais das prefeituras ou governos.
  • Projetos complementares devem ser elaborados em conformidade com a arquitetura da edificação.
  • Todos os materiais e serviços que tenham a ver com a prevenção e combate a incêndio devem estar especificados no projeto.

Quais equipamentos devem conter no projeto de prevenção contra incêndio?

Para estar completo, o projeto de prevenção contra incêndio também deve especificar os tipos de ações e de equipamentos obrigatórios na edificação.

  • Extintores;
  • Projeto preventivo Hidráulico, caso seja necessário;
  • Instalação de gás combustível;
  • Saídas de emergência
  • Porta corta fogo
  • Iluminação de emergência
  • Sinalização de abandono
  • Alarmes de incêndio

Confira: Equipamentos de combate a incêndio são obrigatórios para todas as edificações

Todas estas ações são obrigatórias para que tragédias sejam evitadas, mas além dos equipamentos e da instalação de saídas de emergência, também é obrigatório ter pessoas treinadas para possíveis sinistros. Os brigadistas, assim são chamados, auxiliam as pessoas no abandono da edificação, fazem os primeiros serviços para que o fogo não se alastre e solicitam o Corpo de Bombeiros. Estas são medidas para salvar vidas e preservar patrimônios.

Fique sempre ligado. curta nossa página no Facebook e comente suas dúvidas e experiências aqui. Assine grátis o Portal do AVCB

projeto de prevenção contra incêndios

 

Participe. Deixe seu comentário:

Comentarios

In this article