Como utilizar as saídas de emergência em caso de incêndio com rapidez e segurança?

Imagine a seguinte cena: Centenas de pessoas em uma sala de cinema concentradas no filme e, de repente, percebe-se o princípio de um incêndio. Todos sabem que há saídas de emergência na sala, mas o desespero pode tomar conta da multidão. O que fazer em...

284

Imagine a seguinte cena: Centenas de pessoas em uma sala de cinema concentradas no filme e, de repente, percebe-se o princípio de um incêndio. Todos sabem que há saídas de emergência na sala, mas o desespero pode tomar conta da multidão.

O que fazer em casos como esse? Como utilizar as saídas de emergência de maneira segura? Nesse artigo, o Portal do AVCB traz as respostas para que os seus clientes e condôminos não sofram nenhum acidente, caso necessitem escapar de um incêndio.
Continue lendo o texto e conheça as nossas dicas.

Reagindo a um incêndio

 

A primeira coisa é manter a cabeça fria para não se desesperar. Em situações de emergência, as pessoas tendem a entrar em pânico e isso pode causar muitos problemas e acidentes graves.

Além dos envolvidos permanecerem calmos, é importante que prédios, condomínios e empresas tenham profissionais treinados para esse tipo de situação e um plano de evacuação de emergência em caso de incêndio.

Plano de evacuação: saídas de emergência

 

Você sabe o que é um plano de evacuação de emergência? Nada mais é que um documento com as ações que devem ser realizadas em caso de um incêndio. No plano, funcionários são orientados na tomada de decisões como, por exemplo, na evacuação e na chamada dos bombeiros.

O plano de evacuação de emergência envolve diversas ações, estrutura e equipamentos. Conheça alguns:

  • Porta corta-fogo: Aplicada em saídas de emergência, a porta corta-fogo tem como função impedir a passagem do fogo ou da fumaça na rota de fuga. Assim, as pessoas escapam de maneira ilesa.
  • Hidrantes: É muito utilizado pelos bombeiros durante o combate às chamas. O equipamento é eficaz no controle e na extinção de incêndio de grandes proporções ou em locais em que o extintor não seja eficaz.
  • Extintores: São vários tipos de hidrantes para atender diferentes objetivos. A pessoa responsável pelo plano de fuga é quem determina o tipo e a quantidade ideal. Esses equipamentos ajudam a combater o fogo ainda no início, reduzindo a proporção das chamas.
  • Sinalização e iluminação de segurança: É essencial para auxiliar no momento da evacuação em caso de incêndio. Os sistemas de sinalização e iluminação facilitam a saída segura de todos que estão no ambiente.
  • Sistema de alarme: É essencial para avisar sobre ocorrências de incêndios. Deve ser acionado assim que as chamas começarem, assim, as pessoas que estão no ambiente podem se preparar para a evacuação.
  • Sprinklers: Tem o formato de um chuveirinho e é muito eficiente no combate às chamas, quando ainda no início. O equipamento é acionado no momento que a temperatura no ambiente começa a subir, a partir de 68º. Quando isso ocorre, a água é liberada para apagar o fogo.
  • Rotas de fuga: São essenciais em edificações com grande número de circulação de pessoas. As rotas de fuga têm como objetivo garantir a evacuação de maneira segura, evitando mortes.

Colocando plano de evacuação de emergência em prática

 

Agora, que você já conhece os principais equipamentos exigidos para uma evacuação de emergência eficiente e segura, vamos saber como colocar em prática.

Isso mesmo, não adianta ter um bom plano de evacuação de emergência se ninguém da empresa está preparado para executá-lo. Como foi citado no início desse artigo, ter funcionários preparados também garante a segurança de todos. Veja nossas dicas abaixo:

  1. Evacuação de forma simultânea: Acontece quando todos que estão no ambiente em que há focos de incêndio são conduzidos ao mesmo tempo para a rota de fuga. Nesse caso, as pessoas são levadas para um local seguro, geralmente são auxiliadas por um brigadista ou funcionário treinado.
    A evacuação é iniciada quando o alarme de incêndio é acionado, preparando as pessoas para a fuga por meio das saídas de emergência.
  2. Evacuação Vertical: Geralmente é utilizada em instalações complexas como indústrias, shoppings, dentre outros. Desta forma, o plano de evacuação de emergência é pensado de forma que as pessoas que não correm risco imediato não atrapalhem a evacuação de quem está em risco.
    É muito comum que os responsáveis pela evacuação (bombeiros ou brigadistas) iniciem a evacuação pela área próxima ao incêndio. Enquanto isso, as pessoas que não correm riscos aguardam em local seguro. Após evacuarem, os locais que podem ser atingidos mais facilmente pelas chamas, é realizada a retirada dos que estavam em ambientes que ofereciam menos perigo.
    No caso da evacuação vertical, o sistema de aviso de incêndio fornece dois tipos de sinais (aviso e evacuação). O equipamento também pode transmitir mensagens de voz com orientações apropriadas.
  3. Evacuação horizontal: Esse tipo de ação emergencial é muito utilizada em unidades de saúde como, hospitais e casas de repouso. Esse tipo de evacuação exige muito tempo e cuidado na retirada de pacientes e acompanhantes.
    No plano de evacuação de emergência devem estar previstas vários compartimentos que garantam a segurança de todos, principalmente dos doentes e dos idosos. Assim, as pessoas podem ser movidas para os locais apropriados, escapando ilesas do fogo. Em alguns casos, bombeiros ou brigadistas podem optar pela evacuação vertical.

Fique atento

 

Agora que você já sabe como utilizar as saídas de emergência em caso de incêndio e como colocar em prática um plano de evacuação de emergência, é bom ficar atento a qualquer indicio de chamas. Isso porque ao perceber, é necessário acionar o alarme o mais rápido possível; não utilizar escadas rolantes e nem elevadores, seguir as instruções dos brigadistas ou de funcionários treinados e não esquecer de chamar os bombeiros.

Seguindo todas essas dicas, tudo ocorrerá bem com seus funcionários, clientes e com a sua empresa.

Se gostou do nosso artigo, compartilhe para os seus amigos. Assim, todos aprenderão a utilizar a saída de emergência.

Participe. Deixe seu comentário:

Comentarios

In this article